23.2.17

eu preciso

Eu detesto relações ordinárias. O que é comum tem um poder impressionante de jamais me impressionar. Eu preciso é de êxtase. Eu preciso de alegria, de sonhos, de encantos profundos. Eu preciso de companhias brilhantes. De pessoas que vibrem a todo momento, como se a todo momento fizessem amor. Como se aqui fosse o céu... Porque aqui é o Céu.

Um comentário:

Edson Marques disse...



Quando somos precisos não precisamos de mais nada.

http://mude.blogspot.com.br/2017/02/eu-preciso.html